20200310_175513.jpg

Quem somos

Somos uma empresa nova no mercado, porém com profissionais com mais de 15 anos de experiência no segmento de bebidas, tais como vinho e a uva. Uma empresa com apenas dois anos, mas  com muita garra e dedicação com o intuito de levar até seus clientes um produto de extrema qualidade.  Temos como base, o relacionamento com o cliente. Sempre em contato direto com o consumidor, com a preocupação de conhecer as necessidades e intenções de seu público, tendo empatia necessária para criar um relacionamento próximo e consistente. Trabalhando incansavelmente em busca da excelência, para levar até você o que houver de melhor dentro de nosso seguimento!

 

A origem do nome Alamoa

Quando decidimos que a instalação da empresa seria no Coração do Nordeste, mas precisamente em Recife, concluímos que  a sua personalidade deveria forte e bem “bairrista” assim como todo pernambucano!.

 

“Vamos lançar um produto com alma e personalidade Pernambucana”

 

A escolha do nome de nossa empresa foi algo muito meticuloso, queríamos que o pernambucano se orgulhasse em dizer:

 “É daqui! É genuinamente um produto pernambucano!

 

Qual nome teria a nossa empresa? Que características deveríamos dar ao nosso produto? 

 

Pesquisas sobre termos, expressões, adjetivos e não conseguíamos nada que desse vida a nossa empresa. 

 

Após muito estudo e pesquisa, conhecemos a Lenda de Alamoa.

 

O nome soava muito bem, trazia uma espécie de imagem de praia, verão, relaxamento, e sua grafia também era bem interessante, e ao tomar conhecimento da lenda, identificamos como esta estória poderia se encaixar no marketing de uma marca, era a combinação perfeita.

 

A Lenda de Alamoa

A Lenda de Alamoa tem origem em Fernando de Noronha, arquipélago pertencente ao Estado de Pernambuco.  A lenda é contada pelos nativos da ilha e muito conhecida dos viajantes que por lá estiveram.

Reza a lenda que em noites de sexta feira, quase sempre a meia-noite, no Morro do Pico que é a elevação rochosa mais alta da ilha, surge um brilho encantador  e um ar de mistério toma conta do lugar. Uma fenda se abre, e lá de dentro surge  uma luz cintilante que passa pelas redondezas  e  se materializa na praia.

Numa variação de luzes multicoloridas, vai se transformando em uma lindíssima mulher, alta, com longos cabelos loiros, completamente nua, dançando ao som do bater das ondas, seus pés parecem não tocar o chão, e sim flutuar sob a areia.

Os nativos da ilha chamam-na Alamoa, pois para eles, toda mulher loira só pode ser alemã, daí surge a corruptela de Alemoa, que passa a ser pronunciada pelos locais como Alamoa.

Com sua beleza estonteante, ela atrai e seduz os viajantes e habitantes da ilha, aprisionando o enamorado em sua morada de onde nunca mas se tem notícias.

 

© 2020 por Agência Efivê